As comemorações de gols que ficaram para lembrar

O futebol é um esporte de emoções em que o gol é a coisa mais importante do jogo.

Por isso, os impulsos causados ​​pelo fato de ter marcado no gol oposto podem levar os futebolistas às mais curiosas comemorações de gols.

Fizemos uma compilação dos mais marcantes para coletar uma lista das comemorações de gols mais famosas.

O salto mortal de Hugo Sánchez

O mexicano é um dos maiores artilheiros da história e mostrou isso no campeonato espanhol na década de 1980.

Cada um de seus gols foi acompanhado de um salto mortal no ar, a marca que acompanhou Hugo Sánchez ao longo de sua carreira.

Hugo Sánchez, com sua típica cambalhota de comemoração.

Cachorro de Leandro

Leandro Machado é um futebolista que jogou pelo Valencia nos anos 90 e foi dono de uma das comemorações de gols mais marcantes do futebol.

Durante uma partida no Vicente Calderón, o atacante marcou um gol e a única coisa que lhe ocorreu foi ir até a linha de fundo e fingir que era um cachorro fazendo xixi.

Os torcedores rojiblancos aceitaram por ele porque entenderam como uma provocação.

Robbie Fowler

Em 1999 Robbie Fowler entrou para lista de inesquecíveis comemorações de gols quando jogava pelo Liverpool.

O atacante do Liverpool havia sido acusado pelos torcedores do Everton, seu eterno rival, de usar drogas, então aproveitou um derby de Merseyside (Everton Football Club e do Liverpool Football Club) para ficar na linha de fundo e fingir que estava cheirando, fingindo que era cocaína.

A brincadeira lhe custou 4 jogos de sanção pela federação inglesa.

Os reis das festas

Uma equipe islandesa, Stjarnan FC, tornou-se conhecida em todo o mundo pelas suas celebrações invulgares.

Nós os vimos remando, posando como se tivessem pescado um salmão ou matando todos os seus membros em um rambo. Uma equipe única.

Neng de Samuel Eto’o

O atacante triunfou no Barcelona e foi convidado para um programa de televisão onde foi recebido por Andreu Buenafuente e El Neng, personagem interpretado por Edu Soto.

Entre os dois, eles o convenceram a comemorar um gol dançando como El Neng e Eto’o fizeram, mantendo sua palavra.

Selfie de Totti

Franceso Totti é um dos jogadores mais importantes da história do Calcio e também teve seu momento original de comemoração.

Depois de marcar no Stadio Olimpico, em Roma, ele pegou o telefone do treinador de goleiros e foi até a zona sul para tirar uma selfie com seus torcedores. Uma imagem inesquecível.

Griezmann e o carro

O atacante francês tornou-se jogador de futebol da Real Sociedad e lá comemorou um gol da maneira mais original: entrando em um carro que estava estacionado nas pistas de atletismo de Anoeta e sendo seguido por todos os seus companheiros.

A sessão de Robert Kidiaba

Este guarda-rede congolês é um dos mais conhecidos em África pelas suas celebrações peculiares: cada vez que a sua equipa marca um golo importante, o guarda redes comemora-o saltando para cima e para baixo sentado sem se levantar do relvado.

A barata do Real Madrid

Ronaldo, Robinho e Roberto Carlos fizeram uma das comemorações de gols mais polêmicos da história recente do Real Madrid em 2005.

Eles visitaram o Alavés em Mendizorroza e, após o gol do atacante brasileiro, ele se juntou aos compatriotas para comemorar o que ficou para a história como o celebração da barata. Não agradou aos torcedores vitorianos.

A dança do berço

Finalizamos esta resenha das melhores comemorações de gol com aquela que Bebeto, Romário e Mazinho fizeram na Copa do Mundo de 1994.

Bebeto tinha acabado de ser pai e queria celebrá-lo embalando-o à distância como homenagem, mas não esperava seus dois companheiros de equipe para se juntar a ele em uma celebração que entrou para a história.

O gol é o molho do futebol e as comemorações originais do gol ficaram famosas e já fazem parte da história desse esporte. Algumas polêmicas, outras engraçadas, mas todas originais e que transcenderam o tempo.

Veja mais comemorações epicas da historia do futebol.

pt Português
X